quarta-feira, 3 de maio de 2017

NASCER DE NOVO: MUDANÇA DE MENTE E DE CORAÇÃO (II)

 
Quando nascemos em Cristo, por ação do Espírito Santo, a regeneração nos faz entender (reconhecer) que somos pecadores; confessamos e arrependemos dos nossos pecados. Assim, somos convertidos em Cristo e acontece o “Novo Nascimento”; o nascimento espiritual (novo coração).

Ao tempo em que acontece a mudança de coração, ocorre a metanoia, que é a mudança da mente. Daí, mudamos a direção de nossa vida: nossas atitudes e caminhar. Entramos num processo chamado santificação, onde nosso caráter vai sendo moldado à maneira de Deus.

“...Jesus declarou: Digo a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo" (João 3:3).

Por Cristo Jesus, somos justificados; somos convertidos na mente e no coração e, quanto mais buscamos as coisas de Deus; quanto mais buscamos seguir os passos de Cristo, mais aumentamos em comunhão, santificação e crescemos em fé.

“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus” (Romanos 3:23-24).

Santificação, não quer dizer que o cristão “virou santo”, de forma alguma; Santo só Deus! O processo de santificação, quer dizer separação. O velho homem se afasta das coisas que antes praticava sem o menor constrangimento, dor na consciência ou pudor. Santifica-se no andar, no agir, no temperamento, na maneira de ser, e segue nesse processo, uns mais rápidos, outros mais lentos. Esse processo só termina com na morte ou no arrebatamento. É um processo lento e gradual na vida do cristão.

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1).

“Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo” (Romanos 5:17).

Meditemos nisso!

Que Deus aplique Sua Palavra em nossos corações.