terça-feira, 25 de abril de 2017

EDUCAÇÃO CRISTÃ: FAMÍLIA E SOCIEDADE SÃ (II)

É preciso compreender que nosso conhecimento, por maior que seja, ele é limitado. Por isso, o verdadeiro cristão vive sob a Graça de Cristo, e sabe que é Ele quem dá força, sabedoria e discernimento para viver neste mundo.

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento” (Provérbios 3:5).

É comum hoje vermos muitos pais desorientados quanto à educação de seus filhos. A maioria se veem perdidos diante de uma filosofia que propõe uma educação aberta e liberal. No entanto, a sabedoria e as instruções que precisamos para educar nossos filhos estão na Bíblia. Não adianta procurar em livros de autoajuda ou em livros escritos por psicólogos seculares, que não conhecem a Palavra de Deus. Vai perder tempo! Basta sermos guiados pelo que Deus colocou em nossa mente, como criaturas e, como filhos de Deus, seguir o que diz a Sua Santa Palavra.

Ao perguntarmos as pessoas se criar filhos dá trabalho, certamente a grande maioria diz que sim, que é muito trabalhoso, etc. Ouso discordar de quem assim pensa. Criar filhos nunca deu trabalho, nem nunca vai dá! Criar filho qualquer um pode criar. Aliás, é o que muitos têm feito por ai; coloca filho no mundo e cria! Cria de todo jeito, quando cria, pois sabemos que grande parte dos pais nem isso fazem.

E o resultado qual é? É o que estamos vendo ai: de baleia azul a crianças mimadas, depressivas, suicidas, obesas, cheias de gosto, sem nenhum amadurecimento, mas cheias de razão e atitudes erradas.

Criar filhos não dá trabalho! Educar filhos dá trabalho! Educar filhos é difícil! Requer atenção, carinho, disponibilidade, paciência, amor, compreensão e entendimento da Palavra de Deus, pois se não tiver, não terá as habilidades necessárias para uma boa educação. Por isso e para isso, carecemos da Graça de Cristo. 

Apesar do trabalho, não tem nada mais prazeroso do que educar um filho no caminho do Senhor. Quem educa uma criança à maneira de Deus, sabe do que estou falando. Educar com base bíblica e com bons exemplos, é ver o resultado saltar aos olhos, é nos encher de paz e felicidade.

O livro de Salmos Capítulo 127 e Verso 3 diz: “os filhos são herança do senhor, uma recompensa que ele dá.” E isso é uma verdade! Filho é uma arvorezinha que Deus entrega para nós cuidarmos, regarmos dia a dia, zelarmos e educarmos de acordo com Sua Palavra. O resultado? Cristo é glorificado. É para louvor da Sua Glória e crescimento do Seu Reino. 

Por isso, nosso lar deve ser nossa primeira igreja; nossa esposa e filhos devem ser nossos primeiros discípulos; falo como pai. Se assim não for, o resto está todo comprometido. Não vai adiantar dizer que é uma pessoa de fé, que pratica boas obras e é religioso. Não vai adiantar usar o nome de Jesus a todo instante, se dentro de casa não dá bom exemplo de esposa e pai.

Nós cristãos, cremos, sem sombra de dúvidas, no que está escrito na Bíblia – “eu sou o que a Bíblia diz que eu sou, eu posso o que a Bíblia diz que eu posso, eu tenho o que a Bíblia diz que eu tenho” - e lá está escrito: “instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele” (Provérbios 22:6).

Se a Bíblia, que é a Palavra de Deus, nos diz para educar nossos filhos no caminho do bem, no caminho certo, no caminho do Senhor, e ela garante que quando ele crescer não vai se desviar desse caminho. Porque nós cristãos haveríamos de discordar? Por qual motivo nós vamos duvidar? Por qual motivo vamos fazer diferente?

O mundo secular tem feito diferente e não tem educado seus filhos à maneira de Deus. O mundo secular tem criado, e não educado seus filhos! E o resultado disso não tem sido bom para as famílias, nem para a sociedade, nem para os próprios filhos.

Como cristãos, não podemos duvidar nenhum milímetro desta Palavra. Eu sou resultado e prova viva do cumprimento desta Palavra. A prova de que esta Palavra é verdadeira, também se materializa no fato de eu estar aqui, 46 anos depois, escrevendo e praticando a educação de filhos, conforme a Palavra ensina.

Os argumentos de muitos psicólogos seculares, que não conhecem a Palavra e não têm o temor de Deus, não podem, jamais, fazer mudar o entendimento do cristão. 

Infelizmente muitos desavisados acreditam nas teorias, muitas vezes malignas, desses "ditos profissionais". Escutamos de tudo: “criança é assim mesmo”; “ah, a gente fez que pode”; “demos o melhor”; “da forma que educamos um, educamos o outro”; “temos que respeitar o direito de escolha deles”; “não podemos dizer muito "NÃO" para a criança porque traumatiza”; e por ai vai.

Lamentamos lhe informar: se você está pagando um preço alto pela situação de seu filho, sentimos muito, mas o erro foi seu! Tenho certeza absoluta de que você não o educou conforme a Bíblia sagrada orienta. É duro ouvir isso, mas é a verdade! Se o filho se comporta de maneira que não é condizente com um coração educado, com atitudes dignas, o errado são os pais que não o educou no temor da Palavra de Deus. Por outro lado, se você cumpriu a Palavra na educação do seu filho, descanse no Senhor, pois se ele se encontra longe dos caminhos do Senhor, espere e confie em Deus, pois no tempo certo tudo ira se cumprir.

Sabedor disso, devemos buscar, constantemente, discernimento e sabedoria junto ao nosso Deus para, termos condições de educar nossos filhos à maneira dEle. É fácil? Não! Certamente não é, pois temos que andar na contra mão do mundo; temos que caminhar por caminhos estreitos e, enquanto o mundo apresenta o prazer e a satisfação das circunstâncias, da individualidade, da felicidade casual, nós apresentamos, aos nossos filhos, o temor da Palavra, a Salvação e a felicidade eterna em Jesus Cristo. Tenha certeza que, quem está em Cristo é mais que vencedor. Por isso, meu conselho é: use a Bíblia como seu manual de vida, que você será bem sucedido e a Palavra se cumprirá em você em em sua família.

Continua...

Meditemos nisso!